Onze trabalhadores submetidos a condições degradantes de trabalho são resgatados em Jacobina-BA e Várzea Nova-BA.

Foto: Divulgação / MTE

Quer receber nossas notícias em 1ª mão? Faça parte da nossa Comunidade/Grupo no Whatsapp.


Uma ação do Grupo Especial de Fiscalização Móvel (GEFM), coordenado pela Secretaria de Inspeção do Trabalho (SIT), resgatou 11 trabalhadores submetidos a condições degradantes de trabalho em frentes de trabalho do Sisal nos municípios de Jacobina e Várzea Nova, no interior da Bahia. A operação ocorreu no período de 22 de outubro a 02 de novembro.


Numa propriedade rural no Povoado de Ouro Verde, em Várzea Nova, a equipe de fiscalização se deparou com 6 trabalhadores e em outra, no município de Jacobina, foram encontrados 5 trabalhadores. O grupo cortava folhas do sisal, extraindo a fibra com o auxílio de motores rudimentares, popularmente conhecidos por “motores paraibanos", sendo submetidos a condições degradantes de trabalho, vida e moradia. 


As condições de trabalho encontradas eram caracterizadas pela informalidade e irregularidade das relações trabalhistas, pois, nenhum trabalhador era registrado, apesar da situação de trabalho cumprir todos os requisitos para uma relação de emprego. Direitos trabalhistas também não eram respeitados, com pagamento de baixíssima remuneração, numa média de R$ 100,00 a R$ 400,00, exclusivamente por produção, para uma média de 44 horas de trabalho semanal. 


 Além disso, as medidas básicas de segurança e saúde no trabalho eram completamente negligenciadas. Não havia proteção adequada contra os riscos ocupacionais, falta de EPIs, controle de saúde dos trabalhadores e gestão de segurança. Nas frentes de trabalho não existia nenhuma instalação sanitária disponível, tampouco um espaço onde pudessem se abrigar das intempéries ou se sentar para realizar as refeições.  


Os alojamentos fornecidos aos trabalhadores apresentavam um estado deplorável e não possuíam condição mínima de habitabilidade, pois se tratavam de casas em ruínas e deterioradas pelo tempo, com paredes e pisos comprometidos e que não dispunham de nenhum móvel. Os trabalhadores dormiam em pedaços de espumas jogadas no chão, deixavam seus pertences espalhados pelos cômodos da casa. 


Não dispunham de local para armazenamento, preparo e tomada das refeições. A água não era potável sendo armazenada de maneira inadequada, em embalagens de reutilização proibida. A única instalação sanitária e chuveiro existente em uma das casas era insuficiente e os trabalhadores enfrentavam dificuldades, sendo obrigados a utilizar balde para o banho e o mato para as necessidades fisiológicas.


Foto: Divulgação / MTE


Interdição - Devido às condições extremamente precárias, as máquinas de desfibramento de sisal foram interditadas, por representar risco grave e iminente à saúde e à segurança dos trabalhadores. 


Tratativas - Os responsáveis foram notificados a regularizar o vínculo dos trabalhos, quitar as verbas rescisórias dos empregados resgatados, além de recolher o FGTS e as contribuições sociais previstas em Lei. Os pagamentos foram estimados em R$ 197.000,00, sendo lavrados ainda todos os autos de infrações das irregularidades encontradas. Os trabalhadores resgatados, além das verbas rescisórias, terão direito também a três parcelas de seguro-desemprego especial, sendo encaminhados ao órgão municipal de assistência social de suas cidades para atendimento prioritário.  


A equipe de fiscalização, juntamente com os órgãos responsáveis, está analisando novas possibilidades de reinserção desses trabalhadores no mercado de trabalho, em atividades e condições que possam lhe garantir o mínimo de dignidade previsto constitucionalmente.  


Coordenada pelo MTE, a ação fiscal contou com a participação do Ministério Público do Trabalho (MPT), Defensoria Pública da União (DPU) e a Polícia Federal (PF). Denúncias de trabalho análogo ao de escravo podem ser feitas de forma anônima no Sistema Ipê: ipe.sit.trabalho.gov.br.  


Fonte: Ministério do Trabalho


Não Clique Aqui.


Nossa Redes Sociais: 


Nos sigam no Instagram...                           


Nos sigam no Facebook...                                     


Nos sigam no Twitter...       

Deixe Seu Comentário

Os comentários aqui publicados não representa a opinião do Blog do Adenilton Pereira. *

أحدث أقدم

Anuncie Aqui!!


Entre em Contato pelo Whatsapp: 74 999663572

Pax Regional



Plano de Assistência Funerária em Tapiramutá-BA e Região é o Pax Regional. Aqui você tem Atendimento 24 h, além uma série de benefícios, entre eles Equipamentos Médicos gratuitos como: cadeira de roda, moleta, cadeira de banha, andador e bengala, Ótica conveniada, Salão para cabelo e barba e muito mais.

O Pax Regional está localizado na Avenida Cafeeira, número 62, ao lado do Hospital Municipal Dr. José Nery, em Tapiramutá-BA.

Você que ainda não tem seu Plano Funerário faça-nos uma visita ou entre em contato conosco pelo WhatsApp 74 98822-9854 e tiraremos todas as suas dúvidas. Se preciso mandaremos um representante até você!


Ok Tintas e Materiais Para Construções


Agora ficou fácil para construir e reformar! Na Ok Tintas e Materiais de Construção agora é assim: você compra no Cartão e paga em 20 vezes sem juros!


Faça-nos uma visita e aproveite! Em Tapiramutá-BA estamos localizados na Av. Cafeeira, S/N, contato pelo Whatsapp (74) 981506069  e em Miguel Calmon na Rua do Guarani, S/N, tel.: (74) 3627 2130 ou pelo Whatsapp 74 999222130.


Ok Tintas e Materiais de Construção, Lugar de Comprar Barato!


JM Encomendador Barbearia


Aqui na JM Encomendador Barbearia realizamos cortes de cabelo de variados tipos e com máquina e tesoura, barba, sobrancelha e também vendemos produtos para cabelo e roupas.


Além de tudo isso o atendimento é o melhor da região, com preços que cabem no seu bolso e facilidade no pagamento. Aceitamos PIX.


A JM Encomendador Barbearia está situada na Travessa Mariano Alves, ao lado da Secretaria de Saúde e em frente ao Visão Hotel.


Entre em contato conosco das seguintes formas:


WhatsApp: 74 999414761 Telefone: 74 981333421 Insta: @Jamersonmiranda.barber


Organização: Jamerson Miranda.


Comercial Gomes



Na Comercial Gomes você encontra tudo em alimentos, bomboniere, cosméticos e bebidas em geral, sempre com o menor preço e o melhor atendimento. Faça nos uma visita e comprove o que estamos anunciando.

A Comercial Gomes está localizada na Rua da Jaqueira, nro. 134, na cidade de Tapiramutá-BA. Telefones para contato: (74) 99978-2940 ou 98851-3339.